G. F. M. A.
Grupo de Física de Materiais da Amazônia
Belém depois de uma típica tarde de chuva ,
hoje é

Uma Física para a Amazônia

Principal
Linhas de pesquisas
Docentes
Discentes
Laboratórios
Links
Seminários
Publicações
Eventos
Base teórica

Assistam todas as sextas às 16:00, os nossos seminários de Física!


  1. Ácido oléico e linoleíco


    Uma das substância que estudamos é o ácido oleico, que é um ácido gordo monoinsaturado, principal constituinte do azeite, também presente em óleos, chegando a 80% da composição do azeite. Este ácido, também denominado ácido cis-9-ottadecenoico, em estado puro para analise possui uma densidade de 0,891 g/cm3  a 25ºC. É um C18 e possui a seguinte estrutura:

    Ácido oleico

    Além, deste ácido há um outro que é objeto de nossos estudos que é o ácido linoléico, também presente no azeite e óleos. Na dieta dos ocidentais é predominante a presença de ácidos gordos saturados , ao contrário de povos do mediterrâneo que consomem os ácidos gordos monoinsaturados, como estes dois que estudamos. Sabe-se da relação entre o consumo destes ácidos e a menor incidência de doenças coronarianas. Neste ponto cabe muito um estudo de propriedades físicas destas substâncias, principalmente nas concentrações que encontramos em produtos oriundo da amazônia, uma vez que as mesmas tendo importância para a saúde, pode entre outras coisas ajudar nas industrias de nossa região.

    CH3(CH2)4CH=CHCH2CH=CH(CH2)7COOH

    Ácido linoleico (com 2 duplas ligações)

  2. Beta-caroteno


Um grande número de plantas, com colorações amarelas e alaranjadas, têm esta cor em razão da presença de carotenóides em suas superfícies. Os carotenóides são moléculas formadas por ligações simples e duplas que se alternam. Dentre estes há o beta-caroteno que ao absorver a luz na faixa do azul, reflete outros comprimentos de onda, dando à cenoura, por exemplo, a cor característica. Além disso, o beta-caroteno, um nutriente antioxidante, ao ser consumido é convertido em vitamina A pelo organismo.

A cenoura, proveniente do Afeganistão, é quem tem a maior concentração destas moléculas, chegando a fornecer 17 mg. Valor 6 vezes superior a RDA (Ingestão Dietética Recomendada). A vitamina A é um nutriente essencial para a saúde dos cabelos, pele, olhos, ossos e membranas mucosas. A ingestão de antioxidantes, como o beta-caroteno e a vitamina A são essenciais à dieta por protegerem contra o câncer, além de ajudar prevenir infecções no corpo.

Uma parte de nossos estudos está em conhecer mais propriedades físicas dessa substância. Neste sentido estamos trabalhando com produtos da região amazônica a fim de caracterizá-los melhor e ajudar no desenvolvimento de nossa região.









Universidade Federal do Pará
Centro de Ciências Exatas e Naturais
Laboratório de Pesquisas Físicas
Av. Augusto Côrrea s/n - Guamá
Cep: 66075-110 Belém - PA

Fone: (091) 211 - 1421 / Fax: 211 - 1657
Franciney C. Palheta
Webmaster